102
reblog

Meu coração é teimoso,
não cansa de apanhar,
e não quer te esquecer.

Orquestre  (via legitimei)
via source
62076
reblog

Eu queria você aqui, mas você está aí. E o aí não tem ideia da sorte que ele tem.

Tino Bocas. (via in-fluxo)
via source
940
reblog

E se ontem você fez doce, sei que amanhã não vai viver sem mim.

Não Vai Voltar. (via enoitecer)
via source
33041
reblog

Eu tento ser corajosa, sabe. Mesmo assim continuo estragando tudo. Continuo fazendo merda.

Quem é você, Alasca?   (via relevoar)
via source
50853
reblog

Eu poderia te ligar. Chamar no msn com a desculpa boba de ter errado de janela ou mandar uma simples sms dizendo que sinto a sua falta. Poderia mandar as indiretas mais diretas possíveis, onde só faltaria ter o teu nome. Eu poderia dizer que você mudou a minha maneira de pensar, agir e me relacionar. Que você conseguiu fazer comigo o que todos achavam impossível - Ser uma pessoa melhor. Poderia te implorar para voltar e não sair mais de perto. Poderia… Mas deixa assim. Estou bem do jeito que está. Se você se acostuma - Vou me acostumar.

Allax Garcia.    (via relevoar)
via source
21761
reblog

Embora eu queira muito, mesmo eu querendo em dobro, não há como querer por você.

Gabito Nunes    (via assoprador)
via
1849
reblog

- Você não está bem.
- Desculpa, amanhã disfarço melhor.

doarei-me.  (via sacies)
via source
20940
reblog

Mas cara, é como diz aquele blues “você não pode perder o que nunca teve.

Soulstripper.   (via sacies)
via source
6991
reblog

Sabe aquele ditado que diz “É dando que se recebe”? Foi acreditando nele que perdi o meu coração.

Enzo Menezes (via sacies)
via source
21543
reblog
via source
2844
reblog

Eu procurava alguém que não tivesse raiva dos meus escândalos, mas que sentisse medo quando eu estivesse em silêncio, procurava aquele alguém que colocasse bilhetinhos no meu livro, a fim de eu encontrar horas depois e sorrir ao ler. Alguém que não abandonasse a conversa quando eu enfim admitisse que não sabia mais o que dizer. Um alguém que não odiasse minhas ironias a ponto de me deixar, que as escutasse e por mais magoado que ficasse, esperasse o melhor momento para tirar as palavras a limpo. Aquele alguém que conseguisse me observar por horas se notasse que estou distraída e que conseguisse sorrir ao lembrar de algo romântico que eu tenha dito. Alguém que me chamasse pra deitar sem malicia nenhuma, ou com toda malicia do mundo. Que respeitasse meus maus momentos, meu tempo e meu espaço, mas que o soubesse invadir quando necessário. Que depois de horas de carinho me chamasse pra dormir, ou que me esperasse dormir afim de observar o meu silênico e sentir minha respiração quase imperceptível. Eu procurava aquele alguém que despertasse em mim o que estava adormecido, que me acordasse de manhã com beijos, carinhos e que me prendesse na cama caso eu quisesse sair. Que me amasse sem se importar com que os outros pensariam de nós. Que me amasse sem exceções, sem restrições, com todos os meus defeitos, que cuidasse de mim e dos meus problemas com toda atenção do mundo. Que me olhasse com tamanha sinceridade que os seu sentimentos fossem capaz de ultrapassar o olhar e se fixar no coração. Me amar de um jeito que nenhuma outra pessoa fosse capaz de me amar.

Carpinejando.  (via morbidavel)
via source